- Saude Oral - https://www.saudeoral.pt -

Universidade do Porto cria ferramenta para avaliar destreza manual dos estudantes de Medicina Dentária

Um grupo de investigadores da Faculdade de Medicina Dentária da Universidade do Porto (FMDUP), do Laboratório de Biomecânica do Porto (LABIOMEP) e do Instituto de Ciência e Inovação em Engenharia Mecânica e Engenharia Industrial (INEGI) está a desenvolver uma ferramenta para avaliar a destreza manual dos estudantes de Medicina Dentária para os procedimentos que terão que realizar ao longo do seu percurso profissional.

O instrumento chama-se FIMAT (Fine Motricity Assessment Tool) e “consiste no exercício de realizar elementos de arame no âmbito da Ortodontia”, revela a Universidade do Porto. Contudo, de acordo com os investigadores, esta avaliação de elementos em arame “não deixa de estar revestida de um cariz eminentemente subjetivo”.

Mário Vaz, investigador do LABIOMEP e coordenador do Laboratório de Ótica e Mecânica Aplicada (LOME) do INEGI, acredita que o mais inovador desta ferramenta assenta no “sistema automatizado de recolha de imagem vídeo com três câmaras, que atribui uma valorização quantitativa” aos exercícios em arame feitos por estudantes.

Este sistema, “baseado em processos comparativos de sobreposição de imagem”, permite, assim, “medir o progresso evolutivo, identificando o nível de aptidão alcançado” pelos estudantes de Medicina Dentária.

De acordo com os investigadores, a ferramenta poderá também ser útil aos estudantes da área da saúde, assim como no “restabelecimento de capacidades motoras finas por parte de indivíduos que sofreram lesões, comprometendo o desempenho desta competência”. O protótipo está a ser testado em ambiente real, com os investigadores a indicarem que os resultados são, até agora, “muito promissores em termos de capacidade avaliativa”.

Nota: fotografia retirada do website da Universidade do Porto