Tuberculose: Investigadores norte-americanos identificam proteína que dá vida à doença

Tuberculose: Investigadores norte-americanos identificam proteína que dá vida à doença

Uma equipa de investigadores norte-americanos conseguiu isolar a proteína que permite à tuberculose vencer os mecanismos de defesa naturais desenvolvidos pelo corpo humano para se proteger da doença. O estudo, publicado na revista “Nature Medicine”, irá possibilitar o combate da tuberculose com quimioterapia.

A proteína, denominada IFN-y, é capaz de sobreviver num ambiente de alta acidez criado pelas células imunitárias do organismo, cuja função é activar os mecanismos de defesa naturais face a uma ameaça de invasão microbiológica, noticiou a “TSF”.
Tendo como objectivo absorver e eliminar a Mycobacterium tuberculosis as células imunitárias do organismo humano alteram os níveis de pH para aumentar a acidez do meio.
Com efeito, os resultados do estudo, conduzido pela investigadora Sabine Ehrt, do Weill Cornell Medical College, de Nova Iorque, permitem combater a enfermidade com recurso à quimioterapia.
Este tratamento anularia a proteína em questão, possibilitando que a tuberculose seja vencida pelos mecanismos de defesa natural do corpo humano.