Quantcast
 

Tempo e tipo de amamentação influenciam formação dentária

Maternidades privadas já têm regras definidas

Um estudo universitário revela que o período e o tipo de amamentação dos bebés têm repercussões no desenvolvimento dos dentes do siso. De acordo com  notícia do JN, quanto menor for a duração de amamentação pela mama maior probabilidade existe dos jovens terem dentes do siso inclusos.

O trabalho do investigador Luís Couraceiro, desenvolvido na Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário (CESPU), conclui que nos bebés que são amamentados pelas mães mais do que seis meses e que tomam biberão até aos que 24 meses a probabilidade de virem a ter dentes do siso é menor.

O cientista, que realizou este estudo no âmbito da sua tese de Doutoramento, demonstra que nos casos onde a amamentação foi feita pelo biberão para além dos 24 meses, o aparecimento dos terceiros molares inclusos foi "mais significativo”.

Luís Couceiro espera que esta descoberta possa vir a fomentar a "prática da amamentação pela mama no sentido de demonstrar a sua importância para a formação da dentição e desenvolvimento dos maxilares”.
 

"A amamentação pela mama deve ser cada vez mais estimulada”, defende o investigador.