Secretário de Estado assegura criação de mais de 150 USF até final do ano

Secretário de Estado assegura criação de mais de 150 USF até final do ano

O secretário de Estado da Saúde assegurou ontem, em Guimarães, que irão ser criadas mais de 150 unidades de saúde familiar (USF) até ao fim deste ano, de forma a melhorar a prestação de cuidados primários de saúde em Portugal.

«Esta foi uma reforma que foi feita de baixo para cima, com a participação activa dos profissionais de saúde e que é fundamental para que Portugal tenha um Serviço Nacional de Saúde moderno e eficaz», afirmou Manuel Pizarro, citado pelo “Diário Digital”.
As declarações foram pronunciadas durante a inauguração da Unidade de Saúde Familiar (USF) de São Nicolau, em Guimarães, a 60ª criada na região Norte e a 140ª no país. Adstrita ao centro de saúde de Guimarães, esta USF foi dimensionada para cerca de 14 mil utentes, beneficiando, desde logo, mais 3.800, até agora, sem médico de família.
Manuel Pizarro rejeitou as críticas da oposição face a uma alegada «lentidão» governamental na implementação das USF, justificando que, ao ritmo a que estão a começar a funcionar, «agora já nem esse argumento podem usar».
O responsável enalteceu ainda o trabalho dos profissionais da USF, nomeadamente, médicos, enfermeiros e pessoal auxiliar, referindo que eles apresentaram um projecto em 2006, «e nunca desistiram, apesar de ter sido necessário transformar uma sala de arrumos numa unidade de saúde».
Manuel Pizarro garantiu que as reformas em curso a nível nacional «estão a ter êxito», reconhecendo também o problema da falta de profissionais, médicos e outros especialistas.