Saúde Oral

Saúde mental diretamente relacionada com a saúde oral

Saúde mental diretamente relacionada com a saúde oral

A saúde mental, nomeadamente problemas como depressão, stress e ansiedade podem ter um elevado impacto na saúde oral. De acordo com um estudo do National Health and Nutrition Examination, citado pela publicação Dental News, cerca de dois terços das pessoas diagnosticadas com depressão sofrem de problemas como dor de dentes.

Segundo a publicação, por detrás dos problemas orais das pessoas com problemas de saúde mental estão, sobretudo, fatores comportamentais uma vez que as pessoas que sofrem de stress e ansiedade acabam, muitas vezes, por ter dificuldade em manter hábitos e rotinas de higiene oral ‘adequados’. Além disso, as pessoas que sofrem de depressão acabam por desenvolver hábitos alimentares pouco saudáveis.

O bruxismo, por outro lado, é uma patologia que frequentemente afeta pessoas com problemas de ansiedade e stress. De acordo com vários estudos, as pessoas que sofrem da patologia tendem a ser mais agressivas, competitivas e, sobretudo, mais ansiosas, com 70% das pessoas que padecem de bruxismo a sofrerem também de stress e problemas de ansiedade.

A publicação refere, por fim, que os níveis de stress têm efeitos fisiológicos no organismo, o que pode também influenciar a saúde oral dos pacientes. “Picos na hormona do stress – cortisol – podem enfraquecer o sistema imunitário, o que faz com que seja mais fácil para as bactérias invadirem a gengiva e causar inflamação.  Para além disso, determinados antidepressivos e medicamentos para a ansiedade podem causar problemas de boca seca”.