OMD

Sabe quem são os três médicos dentistas distinguidos com a Medalha de Ouro da OMD?

O conselho diretivo da Ordem dos Médicos Dentistas aceitou por unanimidade a proposta do bastonário Orlando Monteiro da Silva de atribuir a Medalha de Ouro da OMD a Manuel Fontes de Carvalho, António Vasconcelos Tavares e António Felino.

A distinção só pode ser atribuída “a individualidades que, sendo ou não médicos dentistas, tenham contribuído de forma relevante e inequívoca para o desenvolvimento da medicina dentária em Portugal seja a nível técnico e científico, seja para a defesa da Saúde Pública, em plena concordância com os ideais que norteiam a ação da OMD”, pode ler-se no site da Ordem.

As três medalhas vão ser entregues durante a sessão de encerramento das Comemorações dos 20 anos da OMD, agendada para o próximo dia 11 de dezembro na Assembleia da República. Os galardoados vão marcar presença na cerimónia, que vai contar ainda com várias personalidades da política, que acompanharam o nascimento da OMD em 1998, e da medicina dentária.

O que diz o bastonário sobre os homenageados

Orlando Monteiro da Silva já teceu comentários sobre as figuras agora em destaque:

“Desde que se formaram os primeiros médicos dentistas, em 1979, até aos dias de hoje, um longo caminho foi percorrido. Um caminho para o qual os três contribuíram”.

Professor Manuel Fontes de Carvalho: “Foi um dos líderes mais destacados na profissão, desde a criação das então Escolas Superiores de Medicina Dentária, vindo a ser o primeiro bastonário da nossa Ordem aquando da sua criação”.

Professor António Vasconcelos Tavares: “Através da Presidência do Conselho Ético e Profissional de Odontologia e da Comissão Nacional de Avaliação dos Cirurgiões Dentistas Brasileiros, só para dar dois exemplos, contribuiu decisivamente, numa perspetiva integradora, para a criação e afirmação nesses tempos da Ordem”.

Professor António Felino: “Foi fundamental pela influência que colocou pelos seus relacionamentos para a criação da percursora da OMD, a APMD – Associação Portuguesa de Medicina Dentária, que ocupou desde sempre posições de destaque no associativismo profissional, desde a Direção da Secção de Medicina Dentária da Ordem dos Médicos em 1982, passando pela Presidência do Conselho Deontológico e de Disciplina, Comissão Científica e nos dias de hoje nas comissões da Especialidade de Cirurgia Oral”.

Aproveitamos para recuperar algumas entrevistas que os médicos dentistas deram à Saúde Oral:

Professor Manuel Fontes de Carvalho: “A entrada dos médicos dentistas no SNS é uma medida política”

Professor António Vasconcelos Tavares: “Estes 40 anos passaram a voar”

Professor António Felino: “Todos os cargos que tive foi porque os meus pares me escolheram”