Saúde Oral

Sabe quais as doenças orais mais influenciadas pela genética?

Já todos sabemos que a hereditariedade de doenças graças a fatores genéticos, como é o caso da hemofilia, cancro, depressão, diabetes e cardiopatias entre pais e filhos é muito frequente. Mas um estudo agora publicado revela que também as doenças orais, e quais, podem ser influenciadas pela genética.

De acordo com a Maxpress, a conclusão é do investigador e coordenador da APCD-IESP (Instituição de Ensino Superior e Pesquisa da Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas) Artur Cerri.

Como explica o médico-dentista, “mais do que a cor dos olhos e o tipo de nariz, a influência dos pais na vida dos filhos passa inclusive por uma propensão maior para enfrentar alguns problemas orais. Ainda que os hábitos das novas gerações sejam melhores – em função da oferta de informação que temos hoje em dia –, é comum ver jovens a enfrentar os mesmos problemas que os seus pais enfrentaram há alguns anos atrás. Isso é especialmente comum no que se refere a cinco problemas de saúde oral: desalinhamento dos dentes, gengivite, cáries, cancro oral e fenda palatina.”

As cáries e a gengivite, em particular, são doenças orais que a maioria das pessoas julga estarem associadas a maus hábitos de higiene oral. Contudo, segundo o investigador, têm uma forte componente genética que se pode começar a manifestar logo na adolescência.

“As pessoas que durante a adolescência e início da fase adulta enfrentaram muitos casos de cáries devem ter cuidado para que os seus filhos recebam cuidados especiais desde cedo, como selantes e tratamentos à base de flúor”, indica.

Por fim, o médico dentista alerta que o cancro oral, uma doença influenciada, sobretudo, por hábitos de consumo de tabaco e álcool, está também relacionada com a genética. “A genética também exerce alguma influência. Sendo assim, quem teve um parente direto, como pai ou mãe, que enfrentou um cancro oral, deve submeter-se a um check-up odontológico de seis em seis meses. A prevenção, neste caso, é a palavra-chave para garantir uma vida saudável”.