Investigação

Resistência da flora oral aos antisséticos

Resistência da flora oral aos antisséticos

A resistência aos antisséticos – desinfetantes de ação local – tem sido o foco de uma investigação levada a cabo pelo Centro Médico da Universidade de Freiburg e do Hospital Universitário de Regensburg, na Alemanha. Os cientistas estão a investigar de que forma se desenvolve essa resistência para o agente patogénico Streptococcus mutans e como pode provocar a resistência aos antibióticos. Assim, através da utilização de espécies bacterianas selecionadas e de amostras de pacientes, os investigadores vão tentar perceber como é que os microrganismos da flora oral se alteram aquando do tratamento com clorexidina.

“O nosso objetivo é entender o desenvolvimento da resistência das bactérias orais à clorexidina, tanto a nível do genoma como no que diz respeito às mudanças no metabolismo das bactérias”, disse Ali al-Ahmad, líder do grupo de pesquisa do Departamento de Odontologia Operativa e Periodontia do Centro Médico da Universidade de Freiburg, à publicação Dental Tribune International.

Ali al-Ahmad liderará o projeto em parceria com Fabian Cieplik, médico do Departamento de Cirurgia Oral e Periodontia do Hospital Universitário de Regensburg.

“Uma das questões colocadas pelo projeto é se as lavagens bucais à base de clorexidina disponíveis gratuitamente também podem contribuir para o desenvolvimento de resistências”, disse Cieplik.

Além disso, será utilizado um teste genético especial, a análise metagenómica de silagem, para examinar se a composição da flora bacteriana oral dos pacientes que têm de usar clorexidina durante um período prolongado devido a procedimentos cirúrgicos orais sofre alterações sob a influência do antisséptico.

“No futuro, talvez possamos decidir especificamente quando um antisséptico de amplo espectro deve ser usado e quando as alternativas são suficientes”, explicou al-Ahmad.

Os cientistas vão receber nos próximos três anos um financiamento conjunto de 664 mil euros da Deutsche Forschungsgemeinschaft (DFG, Fundação Alemã de Pesquisa).