Médicos Dentistas

Receitas via telemóvel? Sim, já é possível

Receitas manuais rejeitadas a partir de 31 de julho

A partir de hoje, 20 de fevereiro, vai passar a ser possível prescrever medicamentos através do telemóvel. Esta é uma das novas funcionalidades das receitas eletrónicas e pode ser especialmente útil nos casos em que os médicos dentistas estão longe do paciente.

O que é preciso

Para ter acesso à aplicação, o médico dentista tem de ativar a sua chave móvel digital (CMD) e assinatura digital no balcão do Instituto dos Registos e Notariado ou na página da Agência para a Modernização Administrativa, assim como pedir o registo aqui http://pem.spms.min-saude.pt/

Depois de descarregar a aplicação, a prescrição eletrónica médica vai ficar ativada para associar o aparelho móvel ao prescritor.

A nova funcionalidade vem responder às dificuldades dos utilizadores da Prescrição Eletrónica Médica quando se esquecem do Cartão do Cidadão no leitor de cartões ou quem não podia prescrever eletronicamente por serem cidadãos estrangeiros e desta forma não terem o Cartão de Cidadão.

Como posso ter a minha CMD?

A chave móvel digital (CMD) é um sistema alternativo e voluntário de autenticação que permite a associação de um número de telemóvel e/ou e-mail ao número de identificação civil (NlC) para um cidadão português; bem como ao número de passaporte para um cidadão residente em Portugal, que não tenha nacionalidade portuguesa.

Esta pode ser a alternativa a utilizar por médicos dentistas estrangeiros sem cartão de cidadão.

De acordo com os SPMS, no ano passado, foram prescritas mais de meio milhão de receitas manuais e no domicílio, com os antigos modelos de receita A5 em papel. Já no setor privado, existem cerca de três milhões de receitas prescritas manualmente.

Dúvidas?

Numa nota enviada à OMD, os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde mostraram-se disponíveis para providenciar toda a informação sobre este assunto, nomeadamente através da Gestora de Projeto da Prescrição Eletrónica Médica, Celina Costa Leite (celina.leite@spms.min-saude.pt)