Investigação

Produtos para diminuir dores da erupção de dentes decíduos podem fazer mal à saúde

Os produtos que minimizam as dores dos bebés durante a chegada dos novos dentes foram alvo de um estudo britânico que afirma que, afinal, estes podem ser prejudiciais à saúde das crianças.

Publicado no final de setembro no British Dental Journal, o estudo Teething products may be harmful to health avaliou 14 produtos atualmente à venda no Reino Unido e aprovados pela agência reguladora de medicamentos do país, a MHRA. Os resultados mostram que dois dos produtos analisados continham sacarose, o que pode provocar cáries nos dentes novos, já que estes produtos são de aplicação tópica.

Por outro lado, seis dos produtos continham álcool, associado a inúmeros efeitos secundários. Dos 14 artigos avaliados, seis eram géis e incluíam lidocaína numa percentagem igual ou inferior a 1%. Segundo a publicação Dental Tribune, a Food and Drug Administratation, entidade que regula a segurança alimentar e farmacêutica nos Estados Unidos da América, revelou em 2014 que a presença de lidocaína em gel numa solução a 2% foi associada a 22 reações adversas, incluindo seis mortes.

Na sequência deste estudo, a British Dental Association apelou aos pais que tivessem cuidado na escolha dos produtos utilizados para mitigar as dores provocadas pela erupção dos primeiros dentes nos bebés.