Quantcast
 

Prescrição electrónica faz disparar procura de software

Prescrição electrónica faz disparar procura de software

A obrigatoriedade da prescrição electrónica de medicamentos a partir de Março está a provocar uma corrida para a aquisição de programas informáticos.

Para Pedro Nunes, bastonário da Ordem dos Médicos, a medida é “impraticável”, porque existem muitos clínicos que “nem computador têm”.

O Governo determinou que, a partir de 1 de Março, apenas serão comparticipados os medicamentos prescritos electronicamente, o que obriga os operadores (públicos e privados) a disporem de um programa informático, devidamente certificado pelo Ministério da Saúde. Enquanto que a maior parte dos serviços públicos de saúde já estão equipados com esta ferramenta, muitos privados ainda recorrem à compra de receitas nas Administrações Regionais de Saúde (ARS). De forma a cumprirem a legislação, todos os clínicos deverão possuir equipamento informático. De recordar que para já são 12 as empresas com software de prescrição electrónica certificado pela Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS). Mais informações aqui

 
Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde oral?