- Saude Oral - https://www.saudeoral.pt -

Portugal é dos mais atrasados na prestação de cuidados dentários a crianças

Portugal é o segundo pior país da Europa na prestação de cuidados dentários a crianças. Quem o diz é o Eurostat, que na passada semana divulgou um estudo que indica que, além de Portugal (6%), também Letónia (7,3%), Espanha e Roménia (5,7%) são dos países com maiores percentagens de crianças com necessidades médicas a nível dentário.

O gabinete de estatística da Comissão Europeia explica que por detrás da falta de cuidados médico-dentários a crianças estão as dificuldades em pagar este tipo de tratamentos, as listas de espera, a distância até aos locais de tratamento ou a falta de transporte para esses locais.

O estudo agora publicado mostra ainda que a carência é maior quando as crianças são provenientes de famílias monoparentais, nas quais 8,1% das crianças carece de assistência médico-dentária. No caso das crianças que residem em lares com dois adultos, a percentagem desce para 5,8%.

Além disso ficamos a saber que, em Portugal, apenas 90,2% das crianças com menos de 16 anos têm um estado de saúde bom ou muito bom face a uma média de 95,9% na União Europeia. O país possui, ainda, a mais elevada média de crianças (8,7%) com um estado de saúde apenas razoável e está, novamente, acima da média de 0,8% no que respeita a crianças com saúde má ou muito má (1,1%).