Formação

Politécnico de Portalegre cria novo curso na área da medicina dentária

Politécnico de Portalegre cria novo curso na área da medicina dentária

O Instituto Politécnico de Portalegre (IPP) revelou na passada semana que criou um “curso técnico superior profissional de Apoio ao Consultório Médico e Dentário na Escola Superior de Saúde do Instituto”.

De acordo com a Rádio Campanário, este novo curso pretende “conceber, dinamizar e executar, de forma autónoma e/ou sob orientação, atividades de apoio clínico ao consultório médico e dentário, desinfeção e esterilização, organização, secretariado, apoio administrativo e gestão de informação, auxiliando médicos, enfermeiros, médicos dentistas, estomatologistas e higienistas orais no atendimento direto ou indireto dos utentes”.

O objetivo é formar os estudantes para “tarefas técnico-administrativas e de atendimento, no âmbito do funcionamento de um consultório da área médica e dentária; colaborar ativamente com médicos, enfermeiros, médicos dentistas, estomatologistas e higienistas orais no apoio à assistência e prestação de primeiros socorros e de cuidados básicos de saúde e bem-estar; preparar o espaço clínico e instrumental necessário às atividades clínicas de apoio ao ato médico e auxiliar”, diz ainda a rádio regional no seu website.

Este domingo (8 de setembro), o Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos (CCISP) revelou que o número de colocados em politécnicos tem vindo a crescer a uma média de 1,2% por ano desde 2015, crescendo acima da média nacional.

Numa nota enviada às redações, o CCISP revela que este ano o número de colocados no ensino superior politécnico cresceu 1,9%. A organização destaca ainda “o crescimento do número de colocados nas regiões com tendência demográfica negativa. Uma tendência que se tem vindo a consolidar nos últimos anos (crescimento de 13%) e que revela uma aposta ganha na função democratizadora do ensino superior em todas as regiões do País, com benefícios evidentes para a coesão territorial”.