Quantcast
 

Perda dentária na infância relacionada com deficientes níveis de vitamina D na gravidez

DGS admite alargamento de programa para grávidas

Os níveis de vitamina D em mulheres grávidas podem afectar a saúde dentária dos seus filhos, revela uma nova investigação, desenvolvida na Universidade de Manitoba.

Os investigadores analisaram os níveis de vitamina D em 206 mulheres que se encontravam no segundo trimestre de gestação e descobriram que apenas 21 (10.5%) tinham valores adequados.
Níveis elevados de vitamina D foram relacionados com a frequência do consumo de leite e uso pré-natal de vitaminas, mas aquelas que, por outro lado, registam níveis baixos poderão estar a colocar os seus filhos sob acrescido risco de perda dentária.
A pesquisa envolveu ainda 135 crianças, 21,6% das quais tinham problemas de esmalte e 33,6% registava perda dentária infantil precoce.
As mães das crianças com problemas de esmalte tinham baixas, mas não significativamente diferentes médias de concentração de vitamina D durante a gravidez, em comparação com as mães de crianças sem problemas de esmalte. Já as mães de crianças com perda dentária precoce tinham níveis de vitamina D significativamente mais baixos que as mães de crianças sem quaisquer problemas de cárie.
Os responsáveis pelo estudo, apresentado na International Association for Dental Research, em Toronto, acrescentaram ainda que as crianças com problemas de esmalte corriam um risco superior de sofrer perda dentária na infância.

Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde oral?