Quantcast
 

Ortodontia e cirurgia plástica para equilibrar simetria facial

Ortodontia e cirurgia plástica para equilibrar simetria facial

Os avanços da tecnologia têm permitido que vários tratamentos de saúde ou com objectivos estéticos sejam realizados de forma interdisciplinar, com profissionais de diferentes áreas da saúde.

Gerson Köhler, ortodontista e ortopedista-facial da Köhler Ortofacial, destacou as vantagens de aliar a Ortodontia à cirurgia plástica para “garantir” equilíbrio e simetria facial.

A mentoplastia é uma técnica cirúrgica utilizada para reposicionar o queixo, também denominado mento, que pode ser combinada com o tratamento ortodôntico, refere o clínico. O queixo é considerado um dos principais pontos da estética facial e fundamental para manter a harmonia do rosto, junto com a boca, os dentes, o nariz, os olhos e a testa. “Se sua posição for mais avançada ou retraída pode comprometer o equilíbrio facial, além de prejudicar a saúde causando problemas de mastigação, dores e influenciando a respiração”, esclarece Köhler.

 

O primeiro passo no diagnóstico do paciente é verificar a posição das arcadas dentárias e a oclusão – modo como a boca se fecha, tendo em conta a maneira como os dentes superiores e inferiores se encaixam. “O tratamento ortodôntico deve ser feito antes da cirurgia. Os dentes influenciam a posição dos lábios e estes determinam a posição do queixo. Por isso é essencial corrigir as anomalias dentofaciais”, destaca o ortodontista.

Os resultados da mentoplastia são considerados estáveis e previsíveis e a técnica pode ser realizada em conjunto com a cirurgia ortognática. Estes dois procedimentos, associados aos tratamentos ortodônticos, proporcionam resultados visíveis que integram toda a face. “Após a realização da mentoplastia, pode ser necessário fazer a finalização do tratamento ortodôntico”, conclui Köhler.

 
Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde oral?