Quantcast
 

OMD assina protocolo com SPCO

A OMD e a Sociedade Portuguesa de Cirurgia Oral (SPCO) celebraram, durante a realização do congresso, um protocolo de colaboração, com vista à organização conjunta do 5º Congresso da European Federation of Oral Surgery Society (EFOSS).

 «A SPCO é responsável pela organização do 5º Congresso (EFOSS), que terá lugar no Porto, entre os dias 9 e 11 de Outubro de 2008. Face à grandiosidade que se prevê em termos de participação de congressistas quer nacionais quer europeus neste evento, solicitou apoio à Ordem para uma colaboração e organização conjunta das duas instituições para este evento», explicou à SAÚDE ORAL o secretário-geral da OMD à margem da assinatura deste protocolo.
Para o presidente da SPCO, Francisco Salvado, esta instituição «representa a área do conhecimento na cirurgia oral em Portugal, pelo que é de todo conveniente que nessa representação participem também os médicos dentistas», destacando que «é muito importante que a OMD colabore connosco e nos possa dar apoio na organização e divulgação do congresso da EFOSS, pois trata-se de um aspecto que assume uma enorme relevância para nós».
Na opinião do bastonário da OMD, este tipo de iniciativas possibilita que os médicos dentistas tenham oportunidade de assistir a «congressos internacionais importantíssimos no nosso país», pelo que a Ordem, à semelhança do que tem vindo a acontecer com outras sociedades científicas, disponibiliza-se, auxiliando na organização destes eventos.
«Depositamos todas as expectativas numa área que é importantíssima para a Medicina Dentária portuguesa e que queremos ajudar a dinamizar no país e estou certo que este congresso vai ser, uma vez mais, um grande sucesso».  
João Braga acrescentou que «este poderá ser o início de uma boa colaboração entre a SPCO e a OMD», tratando-se de algo que a própria direcção da Ordem se comprometeu no seu programa eleitoral, ou seja, «incentivar o crescimento das sociedades científicas nacionais para que comece a haver uma maior sub-especialização e um crescente desenvolvimento científico a nível da Medicina Dentária portuguesa, até porque isso vai trazer mais pacientes aos consultórios e, acima de tudo, maior qualidade nos tratamentos». O responsável chamou a atenção para o interesse que esta matéria suscita, até porque envolve uma futura regulamentação em termos de especialidade.
E a este propósito, João Braga desvendou que nos próximos tempos poderá nascer a Sociedade Portuguesa de Odontopediatria, dado que um grupo de colegas tem vindo a mover esforços nesse sentido.   

Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde oral?