- Saude Oral - https://www.saudeoral.pt -

NYU College of Dentistry: 1.8 milhões de dólares para identificar riscos das cáries na infância

A doação vai permitir, à equipa de Caufield, a criação um perfil genético de Streptoccocus, uma potente bactéria que provoca cáries e que, de forma desproporcional, afecta crianças de grupos socioeconómicos mais baixos.
«Através do perfil, iremos descobrir as diferenças genéticas entre doenças virais causadoras de estirpes de S. mutans e aquelas estirpes que encontramos em crianças que não possuem cáries dentárias», explicou Caufield, no press release.
Numa fase anterior da investigação, financiada, também, pelo NIDCR, Page Caufield e a sua equipa descobriram que as mães transmitem S. mutans aos seus bebés, um processo que se acredita ocorrer quando o bebé passa através do canal de parto e entra em contacto com bactérias transitárias, situadas, originalmente, na cavidade oral da mãe. Este estudo permitiu identificar sequências de genes de S. mutans comuns a 50 crianças hispânicas, da cidade de Nova Iorque, com graves cáries dentárias.
Com esta doação monetária, a equipa pode vir, assim, a avaliar se aquelas sequências de genes podem, de forma fiável, prever a doença num grupo de 300 crianças de diversas raças e etnias. Esta descoberta espera-se, também, vir a ser importante no desenvolvimento de um teste de diagnóstico. Administrado por médicos dentistas, este teria como objectivo identificar as crianças em risco, para que medidas preventivas possam vir a ser tomadas.