Clínicas Dentárias

Novo Banco perdoa 25 M€ à Malo Clinic

Novo Banco perdoa 25 M€ à Malo Clinic

O Processo Especial de Revitalização da Malo Clinic, de Paulo Maló, estabelece um perdão superior a 40 milhões de euros, mais de metade dos quais do Novo Banco. De acordo com a notícia avançada pelo Jornal de Negócios, isto significa que os credores perdem cerca de 90% dos seus créditos.

Só o Novo Banco perdoa cerca de 25 milhões de euros à Malo Clinic. De acordo com o jornal, no acordo extrajudicial da clínica dentária, firmado em sede de Processo Especial de Revitalização (PER) e que está em vias de homologação, o Novo Banco, que é o maior credor detendo quase 80% do total de créditos sobre a empresa, aceita perdoar cerca de metade de uma dívida de mais de 51 milhões de euros.

Além do Novo Banco, da lista de 90 credores da Malo Clinic faz também parte o Banco Nacional Ultramarino, detido pela Caixa Geral de Depósitos (CGD), que só deverá recuperar 10% dos 6,9 milhões de euros que lhe são devidos.

Com este perdão, a Malo Clinic fica com um passivo de 27 milhões, com o grupo estatal Caixa e os restantes credores comuns a perderem 90% dos seus créditos.

Em julho deste ano, o grupo de clínicas dentárias anunciou que foi comprada pela Atena Equity Partners, sociedade de capital de risco que detém 49,9% do grupo Leya.