- Saude Oral - https://www.saudeoral.pt -

Netflix retira documentário polémico sobre tratamento ao canal radicular e extrações dentárias

Depois de vários pedidos da comunidade médico-dentária, a Netflix retirou do ar o documentário [Root Cause] [1] que sugeria que o tratamento ao canal radicular e as extrações dentárias poderiam levar ao desenvolvimento de patologias como o cancro.

Lançado em janeiro deste ano, o documentário realizado pelo australiano Franzer Bailey sugere que o tratamento ao canal radicular e as extrações de dentes do sizo podem levar ao desenvolvimento de patologias como o cancro e doenças crónicas. Depois de toda a polémica que gerou junto da comunidade científica, que afirma que o documentário faz falsas alegações, a Netflix decidiu agora retirar o filme do ar, assim como todas as informações associadas ao mesmo.

Jeffrey M. Cole, Presidente da American Dental Association, sublinha que “o filme contém uma quantidade significativa de desinformação que não é apoiada por provas científicas e pode causar um receio injustificado na audiência.”

Uma das afirmações mais polémicas do documentário é a de que existe uma relação entre o cancro da mama e o tratamento ao canal radicular, afirmando que “cerca de 98% das mulheres tem cancro na mama do mesmo lado que o dente tratado”.

Questionada por vários órgãos de comunicação social, a Netflix ainda não justificou a decisão de retirar o documentário Root Cause do ar.