- Saude Oral - https://www.saudeoral.pt -

Medicamentos inovadores: 300 milhões de euros destinados a projectos de I&D

De acordo com o “Diário de Notícias”, este investimento insere-se no programa Iniciativa Sobre Medicamentos Inovadores (IMI), uma parceira público-privada entre a CE e a Indústria Farmacêutica, que calcula um investimento total de dois mil milhões de euros até 2013.
A primeira fase do concurso teve início no dia 1 de Junho e encerra no dia 15 do próximo mês. Farmacovigilância, doenças pulmonares e neurológicas, previsão de segurança, diabetes e educação e preparação de profissionais são alguns dos 18 tópicos sobre os quais as candidaturas devem incidir.
«As empresas e os investigadores vão ter de trabalhar em conjunto para participar nestes projectos», adiantou ao jornal a directora do Gabinete de promoção do 7.º Programa-Quadro I&DT (GPPQ), Virgínia Corrêa.
Associações de doentes, empresas, entidades reguladoras, grupos académicos e de ensaios clínicos e Indústria Farmacêutica terão de «se reunir em equipas e analisar a contribuição que podem dar. Ou arranjamos consórcios para os nossos investigadores integrarem, ou corremos o risco de não ser envolvidos nestes projecto», acrescentou Jorge Gonçalves, da Health Cluster Portugal (HCP).
Neste contexto, a APIFARMA, o INFARMED e o HCP acordaram trabalhar em conjunto com o GPPQ, criando uma plataforma de apoio aos investigadores e grupos interessados em formar consórcios.
Além disso, divulgar o país noutros consórcios internacionais e informação sobre os investigadores é outro dos objectivos propostos.
Em última instância, a IMI pretende tornar a Europa na potência mais competitiva no que concerne a inovação farmacêutica.