Quantcast
 

Mais de 400 jovens dentistas emigram para o Reino Unido

Jornadas de Ciências Dentárias apresentaram duas cirurgias em directo

“Há jovens licenciados em Medicina Dentária a ganhar à volta de 500 euros. Outros, pagos à percentagem, auferem menos ainda. A culpa é do excesso de licenciados, que os obriga, não raras vezes, a procurar o estrangeiro. Só em Inglaterra estão já mais de 400”, a denúncia partiu do recém- -formado Sindicato dos Médicos Dentistas (SMD), segundo notícia hoje publicada no Jornal de Notícias (JN).

"Existe uma enorme quantidade de médicos dentistas", admite António Roseiro, do SMD, que recusa, contudo, falar em excesso. "O que há em excesso é a falta de assistência", com um acesso aos cuidados orais ainda restrito para grande parte da população portuguesa. Por falta de cuidados orais no Serviço Nacional de Saúde – que o programa dos cheques-dentista só resolve em pequena parte. 

O JN indica também que, por seu lado, o bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas (OMD) prefere mesmo falar em excesso. Portugal tem dentistas a mais para um país com a acessibilidade a cuidados orais como o nosso. Diz Orlando Monteiro da Silva que ainda há a ideia errada de que a Medicina Dentária é como o resto da Medicina e tem boas saídas profissionais. "Não é de todo assim".