Implantes dentários

Grand Morse: “A procura está a ser muito acima da nossa expetativa”

Grand Morse: “A procura está a ser muito a acima da nossa expetativa”

O sistema de implantes Grand Morse, da Neodent, foi oficialmente lançado em Portugal no passado sábado, em Lisboa. Já disponível no mercado, Nuno Costa-Santos revelou à SAÚDE ORAL que “começámos numa fase piloto há cerca de três ou quatro meses e a procura está a ser muito acima da nossa expetativa”.

De acordo com o country manager Portugal da Straumann (companhia que adquiriu a Neodent), “o feedback que temos tido do implante em termos daquilo que é a sua capacidade de adaptação à multiplicidade e complexidade de casos clínicos é muito positivo”.

Geninho Thomé, fundador da Neodent e seu atual president of the board e scientific president, revelou que o Grand Morse possui “um desenho hibrido, que pode ser instalado em diferentes condições anatómicas. Por exemplo, em osso tipo I, tipo II, tipo III e tipo IV”.

É um implante que “se adapta a todas as condições e a todas as técnicas” e, assim sendo, a partir de agora “os médicos dentistas não precisam de ter mais do que um desenho de implante na sua clínica. Basta terem um implante com diferentes diâmetros e comprimentos e vão conseguir atender todos os casos que surjam”, rematou Geninho Thomé.