Saúde Oral

Gestão do stress pode melhorar saúde oral dos pacientes

Gestão do stress pode melhorar saúde oral dos pacientes

Uma gestão eficiente do stress tem o potencial de melhorar a saúde oral dos pacientes. A conclusão é de um estudo recentemente publicado pela Nova Scotia Dental Association, que mostra que a existe uma relação direta entre os dois fatores.

Nada Haidar, presidente da Nova Scotia Dental Association, afirma que “o stress pode ter impacto na saúde oral. É importante que as pessoas reconheçam que o seu stress pode estar a afetar a sua saúde oral e que continuem a partilhar as suas dúvidas de preocupações com os seus dentistas”.

O estudo refere ainda que apesar do stress ocorrer naturalmente, o stress excessivo pode levar a hábitos pouco saudáveis, incluindo uma má higiene oral. Isso inclui esquecer de lavar os dentes e usar fio dentário ou não ir ao médico dentista com regularidade. “Em situações de stress, alguns indivíduos recolherem a hábitos pouco saudáveis para lidar com as situações, como fumar, consumir álcool e bebidas e alimentos açucarados”, acrescenta Nada Haidar.

Para além disso, o stress pode levar ao desenvolvimento de patologias como boca seca e bruxismo. Foram já vários os estudos que conseguiram demonstrar que a saúde mental está diretamente relacionada com a saúde oral. Recentemente, demonstrou-se que os níveis de stress têm efeitos fisiológicos no organismo, o que pode também influenciar a saúde oral dos pacientes. “Picos na hormona do stress – cortisol – podem enfraquecer o sistema imunitário, o que faz com que seja mais fácil para as bactérias invadirem a gengiva e causar inflamação.  Para além disso, determinados antidepressivos e medicamentos para a ansiedade podem causar problemas de boca seca”, revelava recentemente um estudo.