Clínicas Dentárias

Fundadores da iDental detidos por fraude de 60 M€

Fundadores da iDental detidos por fraude de 60 M€

Os fundadores da rede de clínicas dentárias iDental, Antonio Javier García Pellicer e Vicente Castañer Blasco, foram detidos por uma alegada fraude de 60 milhões de euros. De acordo com a agência noticiosa espanhola EFE, os fundadores da rede de clínicas são acusados de desviar para o seu património pessoal fundos de investimento internacionais destinados a refinanciar as empresas que atravessavam dificuldades financeiras.

Aos responsáveis são imputados delitos como administração fraudulenta, pertença a organizações criminosas, burla continuada, apropriação indevida de recursos financeiros, falsificação de documentos e branqueamento de capitais.

As autoridades espanholas já tinham detido em outubro Luis Sans, considerado o cabecilha dos crimes da iDental, nomeadamente por branqueamento de capitais e burla através da criação da rede de clínicas.

Esta rede de clínicas oferecia serviços odontológicos a baixo custo a pacientes sem recursos, apresentando-se como uma ONG que tinha a missão de promover a saúde oral.