Quantcast
Saúde

FDI e Conselho Geral de Dentistas lembram importância da saúde oral para prevenir doenças cardiovasculares

Quem o diz é a Federação Dentária Internacional (FDI) e o Conselho Geral de Dentistas: existe uma relação bidirecional entre a saúde oral e as doenças cardiovasculares. De acordo com as organizações, os pacientes com doenças das gengivas têm entre 25% a 50% maior risco de vir a sofrer de doenças cardiovasculares.

Segundo as instituições, é importante lembrar que a Odontologia e Cardiologia têm mais em comum do que possa parecer. Na verdade, já vários estudos conseguiram demonstrar que existe uma relação entre as doenças cardiovasculares e as bactérias presentes na boca, já que uma elevada quantidade de bactérias na placa bacteriana oral pode passar para o sangue e aumentar os níveis de inflamação do coração.

Como explica Óscar Castro, presidente do Conselho Geral de Dentistas, “já sabemos que a saúde oral e a saúde cardiovascular estão relacionadas. Agora é necessário abordar de forma conjunta as duas doenças e fomentar formas de atuação dedicadas à sua prevenção e tratamento, porque desta forma melhoramos a saúde em geral e saúde oral.”