Investigação

Escovas elétricas previnem perda dentária

Escovas elétricas previnem perda dentária

A utilização de escovas de dentes elétricas, a longo prazo, atrasa a progressão da doença periodontal e pode ajudar a prevenir a perda dentária. A conclusão é de um estudo de investigadores da Universidade de Greifswald, na Alemanha, que compararam a utilização das escovas elétricas e manuais e o seu impacto na saúde oral do utilizador, revelando que os utilizadores de escovas elétricas sofrem menos de perda dentária comparativamente aos utilizadores de escovas manuais.

O estudo, publicado na revista científica Journal of Clinical Periodontology, mostra que as escovas de dentes elétricas melhoram a saúde periodontal através da remoção da placa bacteriana dos dentes. Além disso, de acordo com a investigação, os utilizadores de escovas elétricas revelaram ter até 20% mais dentes do que os utilizadores de escovas de dentes manuais, com os cientistas a recomendarem a utilização das escovas elétricas em detrimento das versões manuais.

A investigação, que observou a saúde oral de 2819 participantes durante um período de 11 anos, revela ainda o crescimento da tendência de utilização de escovas dentárias elétricas ao longo dos últimos anos, revelando que no início do estudo apenas 18% dos participantes utilizavam escovas elétricas, mas o número de utilizadores no final do mesmo era já de 37%. Os autores do estudo mostram que esta tendência é suportada pelo crescimento deste segmento de mercado, que registou um incremento de 6% entre 2012 e 2016.

Conheça o estudo em detalhe aqui.