Quantcast
 

Escócia: Investimento de 75 milhões de libras visa melhorar serviços dentários

Escócia: Investimento de 75 milhões de libras visa melhorar serviços dentários

Os serviços dentários prestados na Escócia vão ser alvo de um investimento no valor de 75 milhões de libras, durante os próximos dois anos, segundo anunciou a Secretária de Estado da Saúde daquele país.

«O Governo está fortemente empenhado em providenciar serviços dentários, particularmente nas áreas onde as taxas de registo são inaceitavelmente baixas. Demasiadas pessoas na Escócia continuam a não ter acesso a um médico dentista do Serviço Nacional de Saúde [escocês] e estamos determinados a reverter anos de negligência», afirmou Nicola Sturgeon, citada pelo “British Dental Journal”.
O montante será canalizado, prioritariamente, para a construção de novas clínicas dentárias para dentistas clínicos gerais (GDPs, na sigla em inglês) a trabalhar para o Serviço Nacional de Saúde britânico; na melhoria de instalações de descontaminação em consultórios de GDPs e na formação prática de estudantes universitários de Medicina Dentária.
Os quadros de saúde escoceses terão agora até ao início de Outubro para entregar as suas propostas, especificando as suas necessidades.
Apesar de congratular a iniciativa, o director da BDA na Escócia, Andrew Lamb, mostrou-se preocupado com o curto espaço de tempo concedido aos responsáveis competentes. «Conceder aos quadros do SNS apenas dois meses para preparar propostas detalhadas é para nós motivo de preocupação».
«A BDA apela aos quadros do SNS para apresentarem sugestões a Ms. Sturgeon e darem prioridade ao apoio a práticas dentárias independentes».
De acordo com estatísticas divulgadas no mês passado, 73,8% da população infantil e 53,1% da população adulta escocesa encontra-se registada junto de um médico dentista do SNS escocês.
O anúncio do financiamento nacional coincidiu com a aprovação, por parte do Grampian Health Board, de um plano de desenvolvimento de quatro anos direccionado para a Medicina Dentária e que incluiu o recrutamento de 70 novos médicos dentistas.
«Nos próximos quatro anos irá assistir-se a um aumento do número de estudantes de Medicina Dentária na Escócia, prevendo-se que o recrutamento para o Grampian aumente rapidamente. Entretanto, os médicos dentistas locais privados continuam a encaminhar mais pacientes para o sector privado, ao mesmo tempo que a lista de espera do SNS continua a aumentar», comentou Ray Watkins, consultor em saúde pública dentária do Grampian Health Board.