Gestão

Dicas de marketing para dentistas: tudo o que precisa de saber

Dicas de marketing para dentistas: tudo o que precisa de saber

Foco no paciente e no serviço prestado já não basta para ter uma clínica dentária de sucesso. Angariar e fidelizar clientes e diferenciar-se da concorrência exige dos médicos dentistas esforços na área do marketing para os quais estes profissionais podem não estar preparados. O portal Dentistry iQ publicou recentemente um conjunto de tendências na área do marketing que todos os dentistas precisam de conhecer. Saiba tudo.

Marketing mobile-friendly

Se ainda não tem um website otimizado para o mobile (responsive), o mais provável é que já não vá a tempo de ganhar a corrida. Já todos usámos os nossos smartphones para pesquisar informações e, desde 2018, o Google passou a dar prioridade aos sites responsive, o que significa que aqueles que estão otimizados para serem vistos em dispositivos mobile são os que aparecem em primeiro lugar nos resultados de pesquisa.

Isto significa que se o site da sua clínica não for responsivo, a probabilidade de surgir como uma sugestão quando algum paciente procura clínicas dentárias é mínima.

Conteúdos úteis

O conteúdo é uma das maiores tendências no marketing, sobretudo no online. Seja através de um blogue ou da publicação de pequenas dicas nas redes sociais ou de artigos no seu website, deve apostar em conteúdos relevantes para os seus pacientes. Descubra que serviços, tratamentos e tecnologias interessam aos seus pacientes e produza conteúdos sobre esses temas.

Redes sociais

As redes sociais são um dos canais mais baratos e mais eficazes para promoção de uma marca. Se está à procura de uma forma simples de dar a conhecer a sua clínica, esta pode ser a melhor forma. Faça posts sobre as iniciativas que promove na clínica, responda às dúvidas dos pacientes sobre saúde oral e faça vídeos e lives com a sua equipa para criar engagement.

Utilize chatbots

Os chatbots começam a infiltrar-se na estratégia de todas as organizações focadas na melhoria da relação com o cliente. Um artigo recentemente publicado pela Business Insider revela que 80% das empresas planeiam ter um chatbot até 2020, uma resposta aos consumidores que cada vez mais preferem este tipo de tecnologias no contacto com as empresas: um em cada quatro consumidores já utiliza, em média, um chatbot por dia, percentagem que sobe (40%) quando em causa estão os consumidores da Geração do Milénio. Além disso, a tecnologia permite melhorar a experiência oferecida ao cliente nos pontos de contacto pelos quais o cliente passa na sua jornada, eliminado a necessidade de ter uma pessoa inteiramente dedicada ao atendimento nas plataformas online.