- Saude Oral - https://www.saudeoral.pt -

Dentistas do SNS com dificuldade em referenciar pacientes para consulta hospitalar

A impossibilidade de aceder ao historial clínico dos pacientes está a motivar queixas por parte dos médicos dentistas que exercem funções em serviços públicos. Quem o diz é Manuel Nunes, presidente da Associação Portuguesa dos Médicos Dentistas dos Serviços Públicos (APOMED-SP), que recentemente denunciou a existência de profissionais nos centros de saúde [1] cuja carreira e prática clínica diária “são incompatíveis nos termos da lei”.

De acordo com Manuel Nunes, “os doentes nem sempre sabem bem que medicação estão a tomar e isso pode ter repercussões graves na sua saúde quando temos de dar uma anestesia, por exemplo”, diz, citado pela publicação JustNews.

O presidente da APOMED-SP, que é também docente na Universidade da Beira Interior, defende ainda que a dificuldade na referenciação dos pacientes para consulta hospitalar “não faz qualquer sentido”.  “Não estamos a pensar apenas nos médicos dentistas, mas sobretudo, na população, porque com melhores condições, mais facilmente se consegue prestar um serviço com qualidade e segurança”, refere.

“A maioria dos médicos dentistas não consegue referenciar o doente para uma consulta hospitalar de Estomatologia ou de Maxilo-Facial, é preciso que a pessoa volte a marcar uma consulta com o seu médico de família – que já o tinha encaminhado para nós – e pagar nova taxa moderadora para que o colega estabeleça a interligação com o hospital”, explica ainda à publicação.