Quantcast
Médicos Dentistas

Covid-19: médicos dentistas britânicos assistem em partos para ajudar o NHS

Covid-19: médicos dentistas britânicos assistem em partos para ajudar o NHS

Alguns médicos dentistas no Reino Unido estão a prestar assistência em partos de cesariana para ajudar a aliviar a pressão do serviço nacional de saúde britânico (NHS) perante a pandemia de coronavírus.

O professor Shakeel Shahdad, consultor em medicina dentária restauradora que opera no Barts Health NHS Trust e no QMUL Institute of Dentistry, explicou que o seu departamento foi realocado após o encerramento de vários estabelecimentos, também conhecido por lockdown.

Agora, a equipa de medicina dentária está agora a ajudar na maternidade, na unidade de cuidados críticos, nas urgências, no Centro de Tratamento Urgente e outros estão a realizar testes de Covid-19.

Alguns dos profissionais do setor têm assistido em partos e chegam a ajudar nos procedimentos de cesariana.

Segundo o professor Shahdad, tem-se verificado uma cobertura limitada de situações de emergências dentárias proporcionadas pela cirurgia oral e pediátrica, o que levou os profissionais do setor a serem realocados para prestar assistência perante as exigências da pandemia.

“Como parte do grande NHS Trust, sabíamos cedo que a reafetação era uma possibilidade.  Atualmente, o nosso espaço hospitalar dentário está a ser utilizado para quimioterapia. Isto permitiu que o espaço fosse disponibilizado no hospital principal para os pacientes da Covid”, explica Shahdad, citado pelo dentistry.co.uk.

Como garantir a proteção perante a falta de EPI?

Shahdad é ainda coordenador de um projeto que está a produzir milhares de viseiras para os profissionais que estão na linha da frente de combate ao vírus no NHS.

O projeto está a ser desenvolvido em colaboração com a Escola de Engenharia e Ciência dos Materiais e o Queen Mary’s Blizzard Institute.

A recém-desenhada viseira suporta folhas de acetato para oferecer proteção total da cara e do pescoço. A equipa recebeu uma subvenção de 25 mil libras da Barts Charity para ajudar a aumentar os números de produção para dez mil, com o objetivo de apoiar a Barts Health e o novo Hospital Nightingale, com sede em Londres.

A gráfica Batchworks, sediada no leste de Londres, também colaborou no projeto, angariando dez mil libras para produzir dez mil viseiras. E a empresa FTSE 100 Halma está a ajudar a moldar a viseira para aumentar a produção. O projeto tem o objetivo de produzir 20 mil viseiras até ao final de abril.