Quantcast
Médicos Dentistas

Consequências da Covid-19: Dentistas em Itália enfrentam desemprego

Centro de Saúde de Alferrarede vai ter consultas de saúde oral

Os médicos dentistas italianos estão a enfrentar situações iminentes de desemprego e muitos temem as consequências económicas da pandemia pelo novo coronavírus. Tal como em Portugal, a atividade de medicina dentária no “país da bota” está restringida a situações consideradas urgentes. Itália continua ainda a ser o país europeu mais afetado pela Covid-19, e o segundo do mundo, tendo já ultrapassado a China.

“É demasiado cedo para quantificar exatamente os prejuízos económicos. Sabemos que a Itália, o país inteiro, sofrerá uma diminuição muito significativa em termos de renda, emprego e bem-estar”, disse Linda Sanin, diretora de eventos e organizadora da feira Promunidi, citada pelo Dental Tribune International.

Para tentar minimizar o impacto económico da pandemia, alguns dentistas estão a apelar que a Agência Nacional Italiana de Segurança Social e Assistência de Médicos e Dentistas (Ente Nazionale di Previdenza ed Assistenza dei Medici e degli Odontoiatri) reduza para metade as contribuições mensais dos seus membros. A agência é um fundo de pensão privado obrigatório para médicos e dentistas, que oferece benefícios de reforma e previdência aos seus membros.

Em Portugal, também a Ordem dos Médicos Dentistas (OMD) já alertou que os profissionais do setor vão ser “particularmente lesados” pelo despacho do governo que obrigou ao encerramento das clínicas e consultórios e disse temer os “constrangimentos sociais e económicos” que a classe iria enfrentar.

Em declarações ao Jornal Económico, o bastonário da OMD apelou, aquando da aprovação do despacho que determinava o encerramento das clínicas salvo para situações de emergência, para que fossem determinadas “compensações justas para uma profissão inteira impedida de exercer a sua atividade”. Orlando Monteiro da Silva previu ainda que “muitos médicos dentistas, pura e simplesmente, não vão conseguir aguentar semanas, talvez meses, sem poderem trabalhar”.

A OMD assegurou, ainda, à data, que estaria a realizar todos os esforços para garantir que o governo tomasse as medidas necessárias para prevenir os “constrangimentos sociais e económicos” que os médicos dentistas vão enfrentar.

A Sociedade Italiana de Periodontologia e Implantologia (SIdP) recomendou que os pacientes só procurassem cuidados dentários caso as consultas não pudessem ser adiadas, sugerindo que a situação de urgência dentária deve ser avaliada ao telefone pelo dentista responsável. Alguns exemplos de emergências dentárias de natureza urgente, identificadas pelo SIdP, incluem dores agudas, infeções como um abcesso gengival e traumas. Contudo, se o paciente estiver em risco de contrair o Covid-19, mostrar sintomas associados à infeção ou estiver de quarentena, o tratamento deve ser adiado.

A avaliação preliminar da prestação de cuidados de emergência deverá, de acordo com a sociedade, incluir a verificação de sintomas ou sinais de infeção, tais como febre, constipação, tosse ou dificuldade em respirar. Deve também ser analisado se o paciente esteve em contacto com pessoas com algum destes sintomas ou sinais nos últimos 14 dias ou se veio de uma área de alto risco fora do território nacional.

Para todos os casos acima referidos, o SIdP recomenda que os tratamentos dentários sejam adiados e que o paciente seja encorajado a contactar o seu médico e que lhe seja pedido para ficar de quarentena.

Expodental adiada para Setembro

A Expodental Meeting é o maior evento de medicina dentária em Itália, a exposição internacional estava prevista para 14-16 de maio, mas foi adiada para 17-19 de setembro.

Patrizia Gatto, editora e gestora de eventos da Dental Tribune Itália, sugere que nesta fase é fundamental que os profissionais do setor mantenham contato com seus pacientes, o que pode ser feito através da publicação de vídeos ou de publicações com dicas para manter a saúde oral diária em casa.

Em Portugal, algumas clínicas decidiram avançar com a implementação de consultas online, para garantir o apoio aos seus pacientes.

 

Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde oral?