Quantcast
Médicos Dentistas

Competências setoriais “vão traduzir-se numa melhoria da prestação de cuidados”

laser

No decorrer da sessão Ordem do Dia do 30º Congresso da Ordem dos Médicos Dentistas (OMD), a coordenadora do grupo de trabalho Competências Setoriais em Medicina Dentária da OMD, Virgínia Santos, esclareceu o processo de reformulação da proposta inicial de regulamento e o processo de seleção das 12 competências que serão criadas.

A OMD nota, no seu site, que na visão da coordenadora do GT tratam-se de áreas de “diferenciação clínica” que vão “traduzir-se numa melhoria da prestação de cuidados ao nosso paciente”.

 

O projeto vai passar a integrar as competências de disfunção temporomandibular, medicina dentária digital e laser em medicina dentária.

O médico dentista Júlio Fonseca explicou que “a dor orofacial está associada aos tecidos moles e duros da face, cabeça e pescoço” e “afeta mais as mulheres”. Já o médico dentista Luís Monteiro apresentou o “manual” do laser em medicina dentária, referindo que esta área pode “ser útil nas cirurgias de tecidos moles, no tratamento da sensibilidade e também permite a modelação do tecido”.

 

Finalmente, o médico dentista Hossam Dawa deu a conhecer a importância da medicina dentária digital que permite, “desde a primeira consulta” “criar um plano de diagnóstico melhor do que se fazia no analógico”. Enunciou também as vantagens do “estudo tridimensional”.

Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde oral?