Saúde Oral

Como dizer ao paciente que sofre de cancro oral? Já existe um guia para ajudar os profissionais

O King’s College London Dental Institute publicou um guia que pretende ajudar os médicos dentistas a abordar o tema cancro oral com os seus pacientes. De acordo com os autores do guia, os médicos dentistas reportam frequentemente alguma relutância em comunicar aos seus pacientes que estão à procura de sinais da doença durante as consultas, evitando utilizar a palavra ‘cancro’.

Nesse sentido, o guia agora publicado pretende ajudar os médicos dentistas a comunicar melhor com os seus pacientes e a aumentarem a consciencialização para o cancro oral durante os check-ups de rotina sem que isso represente qualquer tipo de ansiedade para o paciente.

O guia é fruto de uma investigação realizada no King’s College London que demonstrou de depois de uma sessão de formação os médicos dentistas revelaram-se mais abertos a falar de cancro oral com os seus pacientes.

“O guia inclui mensagens chave num formato fácil de seguir. Não pretende ser utilizado como um guião, mas sim como um guia para conversas interativas acerca dos sintomas, a importância de uma deteção precoce e quando se deve procurar ajuda se existirem sintomas”, revela Tim Newton, um dos autores do estudo.

Conheça o guia aqui.