Investigação

Cientistas criam microrobôs que eliminam placa bacteriana

Cientistas criam microrobôs que eliminam placa bacteriana

Um grupo de médicos dentistas, biológicos e engenheiros da Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos da América, desenvolveu um ‘exército’ de microrobôs que conseguem remover a placa bacteriana dos dentes. De acordo com a instituição de ensino, a inovação pretende acabar com uma das tarefas mais morosas da prática clínica da medicina dentária e promete resultados mais precisos e não invasivos.

O projeto de investigação acaba de ser divulgado na revista científica Science Robotics, e prevê dois tipos de sistemas robóticos que conseguem eliminar a placa bacteriana da superfície dentária e que podem ‘trabalhar’ em espaços muito limitados.

“Tratar da placa bacteriana dentária requer um grande trabalho manual. Esperamos melhorar as opções de tratamento, assim como reduzir as dificuldades ainda existentes no tratamento”, explica Edward Steager, da Escola de Engenharia e Ciência Aplicada da Universidade da Pensilvânia, e um dos responsáveis pelo desenvolvimento da tecnologia.

“Os tratamentos para a placa bacteriana atualmente existentes são ineficazes, porque não têm capacidade de, simultaneamente, degradar a matriz protetora, matar as bactérias e remover fisicamente os produtos biodegradados. Estes robôs conseguem fazer as três coisas de uma única vez de forma eficaz, não deixando qualquer rasto de placa bacteriana”, acrescenta Hyun (Michel) Koo, investigador da Escola de Medicina Dentária da Universidade da Pensilvânia.

Saiba mais sobre a inovação aqui.