Formação

CESPU lança pós-graduação em Reabilitação Oral Biomimética

SEF constitui arguido proprietário de clínica ilegal em Faro

A Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário (CESPU) vai lançar uma pós-graduação em Reabilitação Oral Biomimética, uma técnica inovadora na área da medicina dentária e ainda pouco utilizada pelos profissionais de saúde em Portugal. O curso de formação arranca em março e tem 20 vagas abertas para inscrição.

De acordo com a instituição de ensino superior, o objetivo do curso é que os alunos desenvolvam competências práticas e clínicas para aplicarem soluções restauradoras biomiméticas, que dispensam a utilização de materiais hiper-rígidos como as coroas metalo-cerâmicas e os espigões. Um dos coordenadores científicos do curso, João Desport, explica que “ensina-se um método que está na vanguarda da medicina dentária e que se torna muito gratificante para o médico dentista e para o próprio doente, devido aos excelentes resultados obtidos. A semelhança intrínseca, visual e mecânica com o dente natural é notória e impressionante.”

Este tratamento oral diferenciador permite a recuperação máxima do dente danificado, aproveitando as suas propriedades naturais, através do uso de materiais com características semelhantes como é o caso da cerâmica, para imitar o esmalte, e o compósito para imitar a dentina.

O curso pretende dotar os participantes de conhecimentos que vão desde a morfologia, aos materiais dentários, à reabilitação oral, à dentisteria e oclusão.

Para mais informações visite o site www.cespu.pt