- Saude Oral - https://www.saudeoral.pt -

Cancro pancreático: papel das bactérias orais descodificado

Um grupo de investigadores do Karolinska Institutet, na Suécia, acaba de publicar um estudo que revela existir uma relação entre a presença de bactérias orais [1] e os tumores císticos pancreáticos. De acordo com os autores da investigação, esta descoberta permitirá melhorar o diagnóstico e o tratamento do cancro pancreático, evitando cirurgias desnecessárias.

Esta não é a primeira vez que se demonstra que a saúde oral pode impactar o desenvolvimento de cancro do pâncreas. Um estudo publicado em 2016 revelava já que existe uma ligação [2] entre os germes orais e o risco de desenvolvimento de cancro do pâncreas.

No estudo agora publicado, os cientistas examinaram a presença de ADN de bactérias em fluídos retirados de tumores císticos pancreáticos de 150 pacientes, comparando os tipos de tumor e a sua severidade.

Os autores esperam agora que os resultados alcançados permitam “ser usados como um biomarcador para a identificação precoce de quistos cancerígenos que precisem de ser cirurgicamente removidos para curar doenças oncológicas. Por outro lado, isto também permitirá reduzir a quantidade de cirurgias desnecessárias para remover tumores benignos. Contudo, primeiro os estudos terão que corroborar as nossas descobertas”.

Conheça o estudo em detalhe aqui. [1]