Saúde Oral

Apneia do sono em crianças: dez sinais de que podem existir problemas

O Síndrome de Apneia Obstrutiva do Sono (SAOS) é uma perturbação respiratória relacionada com o sono que consiste, frequentemente, na cessação do fluxo respiratório durante dez segundos e mais de cinco vezes por hora devido ao colapso da via aérea superior.

Uma das consequências mais comuns é a alteração do padrão do sono, em que há uma incapacidade de se atingir as fases profundas, que são as fases restauradoras e as que permitem o descanso físico e mental. Contudo, apesar de se pensar que esta é uma patologia que afeta apenas os adultos, as crianças também podem sofrer de SAOS. O portal Very Well Health publicou recentemente um artigo em que explica quais os sinais mais comuns que indicam que uma criança pode sofrer de apneia do sono.

Sonambulismo

O sonambulismo afeta, pelo menos uma vez, 10% das crianças entre os três e os dez anos de idade, revela a publicação, tornando-se menos frequente na adolescência. Apesar de as causas do sonambulismo não serem conhecidas, a publicação explica que pode ocorrer como um sintoma da apneia do sono, patologia que pode levar a breves estados de alerta e que tornam o sonambulismo mais provável.

Bruxismo

Também o bruxismo, vulgarmente conhecido como ranger de dentes, pode ser um sintoma de apneia do sono, já que é uma forma de o corpo, subconscientemente, manter as vias respiratórias abertas.

Enurese noturna

A enurese noturna, ou perda involuntária de urina durante a noite, é frequente nas crianças, contudo, pode ser considerada um problema se acontecer duas ou mais vezes por semana em crianças com mais de cinco anos de idade. De acordo com a publicação, este problema afeta mais os rapazes do que as raparigas, estimando-se que atinja entre 3% a 30% das crianças entre os quatro e os 12 anos de idade.

Apesar de se saber que pode ser causada por problemas como infeções ou stresse, a enurese noturna pode ser um sintoma de apneia do sono.

Suores noturnos

Se a criança acorda ensopada em suor, pode existir um problema, nomeadamente dificuldades em respirar. A apneia do sono está frequentemente associada a uma diminuição dos níveis de oxigénio, aumento da pressão sanguínea e do ritmo cardíaco, e um aumento do cortisol, a hormona do stresse.

Sono agitado

Um sono demasiado agitado numa criança pode ser o sinal de que algo não está bem. Se a respiração se torna difícil, como é frequente nas pessoas que sofrem de apneia do sono, pode manifestar-se na forma de movimento excessivo durante o sono.

Roncopatia

A roncopatia, ou ressonar, como é vulgarmente conhecido, resulta de um som originado pela vibração do palato e das paredes da faringe e pode ser um sinal de que existe SAOS. Ressonar ocasionalmente como resultado de uma obstrução respiratória causada por uma constipação é normal, contudo, quando uma criança ressona de forma crónica, pode existir um problema.

Problemas de crescimento

Quando uma criança não está a crescer conforme esperado, podem existir problemas de saúde. No caso das crianças mais velhas, estar abaixo da curva de crescimento considerada normal pode indicar a presença de problemas como a apneia do sono, uma vez que quando o sono sofre alterações, a hormona que regula o crescimento é libertada em menor quantidade.

Respiração oral

Além de tudo isto, a respiração oral pode ser um dos sinais mais evidentes de que existe um problema de apneia do sono ou um risco acrescido de desenvolvimento da doença. É suposto respiramos pelo nariz e, quando a respiração é feita pela boca, pode ser o sinal de que existem problemas.