Quantcast
Stress

Antidepressivos e stress são responsáveis por 40% das fraturas dentárias

Antidepressivos e stress são responsáveis por 40% das fraturas dentárias

O stress, a ansiedade e a depressão são fatores que afetam a saúde oral, estando na origem de cerca de 40% das fraturas dentárias nos últimos anos, refere a marca de dentífricos Yotuel. Em comunicado, a marca explica que o bruxismo, o consumo excessivo de alimentos ácidos e a utilização de dentífricos branqueadores abrasivos são outras das causas apontadas para as fraturas dentárias.

“Os antidepressivos são frequentemente associados à redução da saliva e sensação de boca seca. A diminuição dos níveis de saliva – cuja função é proteger dentes e gengivas de infeções – potencia o aparecimento de infeções e a erosão dentária, levando à fratura. Também o bruxismo, que consiste no ranger ou apertar dos dentes, normalmente durante o sono, e que pode ser sintoma de stress, danifica o esmalte dentário, aumentando o risco de fratura, podendo levar à extração do dente afetado”, explica uma nota enviada às redações.

A utilização de pastas dentífricas branqueadoras pode também ser um fator de risco, quando o nível de abrasividade é elevado. Segundo a Food and Drug Administration (FDA),entidade responsável por regular os medicamentos e a segurança alimentar nos EUA, o nível de abrasividade máximo recomendado nas pastas de dentes é de 200 RDA (Radioactive Dentin Abrasion – Abrasão Dentária Radioativa).

Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde oral?