Quantcast
Investigação

Investigadores demonstram capacidade de micro robots no tratamento endodôntico

Investigadores demonstram capacidade de micro robots no tratamento endodôntico

A utilização de micro robots no tratamento endodôntico permite aceder a superfícies difíceis de alcançar no canal radicular com precisão controlada, tratar os biofilmes e até mesmo recuperar amostras para diagnósticos, revelou um estudo proof-of-concept da Escola de Medicina Dentária da Universidade da Pensilvânia (EUA) e do Center for Innovation & Precision Dentistry (CiPD).

Segundo explicado em comunicado, a aposta neste novo método tem como intuito aumentar o sucesso do tratamento e diminuir as infeções endodônticas persistentes, resultado de um biofilme não totalmente limpo nas fendas dos canais radiculares.

 

“A tecnologia poderia permitir que as funcionalidades multimodais alcançassem uma orientação controlada e de precisão dos biofilmes em espaços de difícil acesso, obter amostras microbiológicas e realizar a entrega de fármacos direcionados”, revela o principal autor do estudo, Alaa Babee.

Os micro robots foram feitos de nanopartículas de óxido de ferro. A equipa de investigação partilhou as suas descobertas sobre o uso de duas diferentes plataformas micro robóticas para terapia endodôntica na edição de agosto do Journal of Dental Research.

 
Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde oral?