- Saude Oral - https://www.saudeoral.pt -

Impress ‘quebra’ as cinco mentiras mais associadas à saúde oral

Para assinalar o Dia das Mentiras, que tem lugar dia 1 de abril, a cadeia de clínicas especializadas em ortodontia invisível Impress [1]decidiu ‘quebrar’ cinco mentiras mais comuns associadas aos dentes:

  1. “Só é preciso ir ao dentista quando se tem uma dor” – A ausência de dor não significa a ausência de doenças ou problemas da boca e dentes, nota.
  2. “Todos os tratamentos dentários são demorados” – A Impress defende que “não é verdade que todos os tratamentos são demorados, pois há problemas que se resolvem em apenas uma ou duas consultas”;
  3. “É sempre preciso arrancar todos os dentes do siso” – “Nem sempre, nem nunca. Cada caso é um caso e deve ser avaliado individualmente. A necessidade de extrair dentes do siso decorre da falta de espaço que estes podem originar na boca, bem como de dores indesejáveis que provocam, mas não é regra geral para todos”, alerta.;
  4. “Alinhadores ou próteses removíveis desgastam e estragam os dentes” – A cadeia de clínicas nota que desde que bem-adaptadas a cada caso, realizadas de forma técnica especializada e escovadas corretamente, os dentes só saem a ganhar com alinhadores ou próteses removíveis;
  5. “Quem não tem dentes não precisa de manter uma higiene oral” – A Impress [2] conclui afirmando que “todos os que não tiverem dentes devem sempre manter o máximo possível uma boa higiene oral. No caso dos bebés, é importante limpar as gengivas com uma gaze humedecida e no caso dos mais séniores, estes devem cuidar o melhor possível as suas próteses dentárias para prolongar um sorriso saudável”.