Quantcast
Investigação

Estudo conclui que atividade física pode prevenir periodontite

A atividade física durante os tempos livres, nomeadamente caminhada ou desporto, apresenta um efeito protetor contra a periodontite. Esta é uma das conclusões de um estudo desenvolvido na Faculdade de Odontologia da Universidade Complutense de Madrid. A investigação mostrou, no entanto, que a atividade física ocupacional pode ser um fator de risco.

Os autores do estudo, liderados por Mario Romandini, consideram que “seria importante para os profissionais de saúde oral esclarecer o possível papel preventivo da atividade física na periodontite, já que poderia representar um objetivo de intervenção no tratamento periodontal”.

Publicado este mês no Journal of Clinical Periodontology, o trabalho parte da hipótese de que é preciso ter em conta que nem todos os movimentos são igualmente benéficos. A atividade física nos tempos livres é positiva para a maioria das doenças crónicas não transmissíveis. Mas, a atividade física ocupacional, que, com frequência, implica uma carga estática e posturas repetitivas, causa efeitos negativos na saúde psicofísica.

O que os investigadores se propuseram foi avaliar a associação entre os tempos livres, a atividade física ocupacional e a periodontite, tendo analisado dados de 10.679 adultos extraídos do Inquérito Nacional de Exame de Saúde e Nutrição, de Estados Unidos, entre 2009 e 2014.

E a análise mostrou que níveis elevados de atividade física durante os tempos livres são um indicador protetor contra a periodontite, enquanto altos níveis de atividade física relacionada com o trabalho constituem um indicador de risco significativo.

Além disso, a combinação de baixa atividade física nos tempos livres e de uma atividade ocupacional elevada provou ser uma associação independente cumulativa contra a periodontite.

Os autores ressalvam, porém, que o estudo carece de uma maior avaliação de causalidade, sugerindo a realização de ensaios clínicos aleatórios para explorar o efeito potencial da atividade física, quer na prevenção primária da doença, quer na primeira etapa do tratamento.

Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde oral?