Quantcast
Saúde Oral

77% dos países denunciam perturbação “parcial ou completa” na saúde oral, diz OMS

A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirma que cerca de 77% dos países reportaram perturbação parcial ou completa dos serviços de saúde oral. A OMS apelou assim para que os estados-membros avancem para uma “abordagem promocional preventiva” para a saúde oral, noticia o portal Dentistry Online.

Na semana passada, a OMS reuniu-se para o quarto dia da reunião do seu conselho executivo para discutir o estado atual – e o futuro – da saúde oral.

O relatório assinala uma série de pontos, incluindo a preocupação de que o peso da má saúde oral reflita desigualdades significativas, entre e dentro dos países.

“[Reconhecemos] que a ingestão adequada de flúor desempenha um papel importante no desenvolvimento de dentes saudáveis e na prevenção da cárie dentária; percebendo a necessidade de mitigar os efeitos adversos do excesso de flúor nas fontes de água no desenvolvimento dos dentes.”, refere o relatório.

Os estados-membros foram apelados a tomar medidas como integrar a saúde oral nas políticas nacionais, mapear e rastrear a concentração de flúor da água potável e reforçar a colaboração intersectorial em ambientes-chaves, como escolas, entre outras medidas.

Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde oral?