Quantcast
Saúde Oral

Saiba como controlar o bruxismo

Bruxismo

Vulgarmente conhecido como o ato de ranger os dentes, o bruxismo caracteriza-se por ser a atividade involuntária e repetitiva dos músculos responsáveis pela mastigação, o que leva a que se aperte ou ranja os dentes de forma prejudicial. “Este é um hábito que se pode mesmo transformar num terror e que não tem uma cura mágica”, alerta Ramiro Loureiro, médico dentista e diretor clínico da Malo Clinic de Coimbra.

Embora este seja um hábito associado ao sono, também pode acontecer durante o dia e é sobretudo provocado por stress e ansiedade, bem como por distúrbios de sono, predisposição genética, alterações no sistema nervoso central ou até mesmo o consumo de determinados medicamentos.

“O bruxismo pode ter um grande impacto na qualidade de vida, sendo que muitas vezes origina fortes dores musculares e de cabeça, para além do acentuado desgaste dentário que pode vir a resultar em dificuldades na mastigação e alterações na harmonia do sorriso”, explica o médico dentista, frisando que “é sem dúvida indispensável ir frequentemente ao dentista, não só para que este possa reparar em sinais de desgaste ou fraturas, mas também para aconselhar o que será melhor para cada caso”.

Tome nota de algumas recomendações para prevenir e suavizar este hábito.

Utilização de goteira oclusal

A principal alternativa para controlar as consequências do bruxismo é a utilização de uma goteira oclusal personalizada, um dispositivo que se coloca sobre os dentes e que irá funcionar como uma barreira ao desgaste dentário ao evitar o contacto entre os mesmos. É normalmente utilizada para dormir e, apesar de não funcionar como uma cura, é uma forma de prevenir danos nos dentes.

Encontrar formas de relaxamento

Uma vez que o stresse é um dos fatores que pode levar ao bruxismo, qualquer técnica que ajude a controlá-lo pode ajudar a combater este hábito. Passear, correr e fazer meditação são alguns exercícios de relaxamento que podem ajudar a descontrair o corpo e a mente e, por isso, devem ser adotados. Procurar ajuda de um psicólogo e fazer psicoterapia também é uma opção que pode, não só ajudar a reduzir o stress, como a compreender qual a causa e como o controlar.

Mudar hábitos alimentares

O bruxismo também é influenciado por aquilo que se ingere. Para controlar este hábito é importante evitar o consumo em demasia de alimentos e bebidas que contenham cafeína, como refrigerantes, chocolates ou café, bem como bebidas alcoólicas. Além disso, também é importante evitar mastigar pastilha elástica, uma vez que intensifica a atividade dos músculos da mastigação.

Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde oral?