Quantcast
Médicos Dentistas

Quase metade dos médicos dentistas jovens recebe menos de mil euros líquidos/mês

Um inquérito promovido pela Ordem dos Médicos Dentistas (OMD) revelou que quase metade dos médicos dentistas com menos de 35 anos recebe menos de mil euros líquidos por mês. Outro dado a reter é que já são mais de metade os jovens médicos dentistas que estão descontentes com a profissão.

Face ao descontentamento, 32% se pudesse voltar atrás escolheria outra carreira, e perto de 25% pretende completar os estudos com outra área de forma a poder exercer outra profissão.

 

Outras conclusões:

  • 38% exerce numa clínica e 26% em duas;
  • Apenas 17% possuem ter contrato de trabalho;
  • Perto de 70% trabalham a recibos verdes;
  • Quase 90% dos jovens médicos dentistas colocados em centros de saúde ou hospitais públicos são contratados a recibos verdes;
  • 92,5% exerce em clínicas e consultórios privados, 4,1% em hospitais privados e 2,4% em centros de saúde.
  • A grande maioria (72%) dos jovens médicos dentistas com atividade profissional renumerada trabalham entre 4 e 6 dias por semana;

“As conclusões deste inquérito mostram que a medicina dentária é uma profissão marcada pelo subemprego e precariedade nos primeiros anos de exercício profissional, com condições pouco dignas a nível de condições de trabalho e remuneratórias. Muitos jovens médicos dentistas começam a receber €200 ou €300 em situações que, por vezes, se prolongam no tempo. Esta realidade é preocupante e tem tendência a piorar, uma vez que mesmo após dez anos de carreira e com uma carteira de pacientes mais fidelizada, quase 80% dos médicos dentistas ganham menos de 1500€ euros por mês e a recibos verdes”, explica o presidente do Conselho de Jovens Médicos Dentistas, Tiago do Nascimento Borges.

 
Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde oral?