Quantcast
Investigação

Periodontite aumenta risco de problemas cardiovasculares

Periodontite aumenta risco de problemas cardiovasculares

Um novo estudo do Forsyth Institute e da Universidade de Harvard revela que as pessoas com periodontite possuem um maior risco de grandes problemas cardiovasculares. De acordo com o estudo, divulgado no site Forsyth Institute, a inflamação associada à periodontite era preditiva de inflamação arterial,  que pode causar, por exemplo, ataques cardíacos, AVC, entre outras manifestações de doenças cardiovasculares.

Os investigadores descobriram que a perda óssea da doença periodontal não era associada aos eventos cardiovasculares – mesmo nos que já tinham uma história prévia de periodontite.

 

“Isto está definitivamente relacionado com pessoas que têm atualmente uma doença inflamatória ativa”, disse Dr. Thomas Van Dyke, membro sénior da equipa do Forsyth.

Dessa forma, a equipa por detrás do estudo coloca a hipótese de que a inflamação periodontal local faz ativar e mobilizar as células, que são sinalizadas através da medula óssea. Eles pensam que isso pode desencadear a inflamação das artérias, criando problemas cardíacos.

 

Para a realização do estudo foram feitas tomografias por emissão de positrões (PET) e tomografia computorizada (TC) a 304 indivíduos para ver e quantificar a inflamação nas artérias e nas gengivas de cada paciente. Em estudos de follow-up feitos aproximadamente quatro anos depois, 13 desses indivíduos desenvolveram doenças cardiovasculares. A periodontite mostrou-se como preditiva dessas doenças, mesmo considerando outros fatores de risco, como, por exemplo, a obesidade e diabetes.

Embora o tamanho da amostra de estudo seja relativamente pequeno, Van Dyke disse que a observação é significativa e deve ser estudada numa população muito maior.  O estudo foi publicado no Journal of Periodontology.

 
Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde oral?