Quantcast
Saúde Oral

Organizações de higienistas orais lançam comunicado sobre estratégia da OMS

Organizações de higienistas orais lançam comunicado sobre estratégia da OMS

A International Federation of Dental Hygienists (IFDH) e a European Dental Hygienists Federation (EDHF), que representam aproximadamente 90 mil higienistas orais, lançaram um comunicado conjunto sobre o rascunho da estratégia da Organização Mundial de Saúde (OMS) para a saúde oral.

Ambas as associações apelam a uma ativa implementação da estratégia e dos planos de ação da OMS, para melhorar a saúde oral mundialmente e reduzir as desigualdades. Dessa maneira, a IFDH e a EDHF recomendam que seja dada prioridade ao treino de higienistas orais de acordo com os princípios do The Common Education Curriculum for Dental Hygiene .

 

No comunicado, as associações notam que o número de problemas de saúde oral não tratados mais que duplicou entre 1990 e 2017 nos países com baixos rendimentos e mais de 50% globalmente (Peres MA, Macpherson LMD, Weyant RJ, et al. Oral diseases: a global public health challenge. Lancet 2019: 394:249-60).

Lembram ainda que 90% das despesas diretas globais de mais de 350 mil milhões de dólares são gastas em apenas 6% dos países, e metade de todos os países, principalmente os países de baixos rendimentos e de rendimento médio, gastam menos de 20 dólares por pessoa por ano em saúde oral (Righolt AJ, Jevdjevic M, Marcenes W, Listl S. Global-, regional-, and country-level economic impacts of dental diseases in 2015. J Dent Res 2018; 97: 501-07).

 

Dessa maneira, reconhecem a importância da estratégia da OMS no desenvolvimento e implementação de políticas nacionais de saúde oral.

 

 
Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde oral?