Quantcast
OMD

OMD preocupada com alterações e falhas na vacinação da covid-19

iStock  e

A Ordem dos Médicos Dentistas (OMD) está preocupada com as alterações e as falhas na vacinação da covid-19. Em nota no site, a OMD refere que “acompanha com preocupação crescente a forma como está a ser implementado o Plano de Vacinação”.

A preocupação surge após uma entrevista da Ministra da Saúde à RTP, em que afirmou que há profissionais de saúde que vão ficar fora do plano de vacinação. “Num presságio do que poderá acontecer”, refere a Ordem.

 

A OMD relata ter já feito vários alertas em reuniões, quer com a task-force quer com o Ministério da Saúde, para a urgência de vacinar médicos dentistas, higienistas orais e assistentes dentários.

Para a Ordem, “o que está em causa é a falta de informação e a descoordenação que existe em relação ao plano de vacinação”, ao contrário do atraso das vacinas reportado.

 

“A indicação que nos foi dada é que os médicos dentistas começariam a ser vacinados a partir de meados de janeiro, tendo sido posteriormente alargado o prazo para início de fevereiro”, refere Miguel Pavão, bastonário da OMD.

O bastonário recorda que “a OMD fez um levantamento de todos os médicos dentistas que querem ser vacinados e entregou prontamente esta listagem às autoridades, que agora estão a pedir aos profissionais de saúde que se registem no site da DGS e que a OMD não foi informada sobre a sua existência. É duplicar trabalho desnecessariamente, mas sobretudo é uma perda de tempo. E um sinal evidente de descoordenação que reflete o estado em que Portugal se encontra”.

 
Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde oral?