Quantcast
Formação

OMD sensibiliza Governo para reformulação do ensino da medicina dentária

estudantes

A Ordem dos Médicos Dentistas (OMD) sensibilizou o atual Governo para a necessidade de analisar e reformular o ensino da medicina dentária em Portugal. Tal ocorreu no âmbito de uma reunião com o secretário de Estado do Ensino Superior, Pedro Nuno Teixeira, no dia 28 de julho.

De acordo com o comunicado pela OMD, no seu site, o bastonário da OMD, Miguel Pavão, mostrou a sua preocupação face ao excesso de profissionais anualmente formados e ao impacto deste cenário na empregabilidade (e consequente precariedade que afeta largamente a classe).

 

Nesse sentido, reiterou que, num período em que decorrem as candidaturas ao ensino superior, é urgente refletir e rever os numerus clausus dos mestrados integrados de medicina dentária.

Durante a reunião foi ainda apresentado o Fórum Ensino e Profissão Médico-Dentário, uma plataforma de cooperação constituída com a Associação Nacional de Estudantes de Medicina Dentária (ANEMD) para a defesa da qualidade do ensino superior da medicina dentária.

 

Por fim, a vogal do Conselho Diretivo da OMD, Maria João Ponces, revelou que existe um consenso quanto à necessidade de implementar no plano curricular um sexto ano ou um ano de estágio profissional.

A responsável alertou ainda para a importância de assegurar a qualidade do ensino e formação dos futuros médicos dentistas. A esse respeito, fez uma súmula dos propósitos discutidos no âmbito das cimeiras do ensino superior, bem como os resultados dos inquéritos que a Ordem está a realizar aos membros recém-inscritos.

 
Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde oral?