Quantcast
Saúde Oral

Número de profissionais portugueses de medicina dentária desacelera no Reino Unido

O fluxo de profissionais de medicina dentária portugueses a trabalhar no Reino Unido desacelerou recentemente, apesar da procura.

O fluxo de profissionais de medicina dentária portugueses a trabalhar no Reino Unido desacelerou recentemente, avança a revista Visão. No entanto, desde 2016 (ano do referendo do Brexit) que o número de profissionais duplicou, devido à grande procura no mercado de trabalho.

Entre março de 2016 e março de 2021, o número de dentistas e outros profissionais, ortodontistas, higienistas ou técnicos, de nacionalidade portuguesa registados passou de 157 para 338, de acordo com números do General Dental Council (GDC), o regulador do setor no Reino Unido, obtidos pela Agência Lusa. Os números podem ser inferiores à realidade, uma vez que os profissionais não são obrigados a confirmar a nacionalidade no registo no GDC.

O GDC refere ainda que o número de profissionais de medicina dentária formados em Portugal a exercer no Reino Unido em março de 2021 eram 513, contra 497 em 2016.

Ambos os indicadores sugerem uma desaceleração ou mesmo redução nos últimos meses. A variação coincide com as conclusões do novo estudo da OMD, em que foi revelado que a França ultrapassou o Reino Unido como principal destino de trabalho em 2020.

O proprietário do Brighton Implant Clinic (grupo de quatro clínicas no sul de Inglaterra), Bruno Silva, disse à Lusa que tem notado menos candidatos portugueses após o início do processo de saída do Reino Unido da UE. “É muito difícil encontrar pessoas qualificadas (…) e agora recebemos poucas candidaturas porque é mais difícil registar no Reino Unido”, referiu.

Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde oral?