Quantcast
Saúde Oral

Mundo A Sorrir apoia reabertura do setor de saúde oral na Guiné-Bissau

A organização não governamental (ONG) para o desenvolvimento Mundo A Sorrir mobilizou-se para apoiar a reabertura dos gabinetes de medicina dentária dos hospitais e clínicas sociais da Guiné-Bissau dado o contexto pandémico.

Nos últimos meses, a organização recebeu vários pedidos de apoio de profissionais de saúde, dando conta do acesso limitado a equipamentos de proteção individual (EPI) que permitem garantir o exercício da profissão em segurança.

“O país já tinha as suas dificuldades na área da saúde e, agora, aumentaram devido a esta pandemia. Os profissionais de saúde estão a pôr as vidas em grande risco, devido à falta de materiais de proteção adequados para o trabalho”, realçou Mário N´Tick Nan Ala, médico clínico geral na Guiné-Bissau.

O médico guineense declarou que normalmente usam apenas “uma máscara descartável por dia, independentemente do número de horas de trabalho” e salientou que “existem profissionais de saúde a fazer plantões de 24 horas”.

Por forma a dar resposta ao número limitado de EPI, a Mundo A Sorrir, juntamente com a UTrade, a Raitec 3D, a Univerplast Viseiras Médicas, a Gualter, Osório & Ca. Lda, o Sucesso do Pano e o médico dentista António Santos, fizeram uma doação de materiais de proteção individual aos hospitais e profissionais de saúde da Guiné-Bissau.

A organização promoveu ainda ações de capacitação online com o objetivo de informar e esclarecer os médicos dentistas guineenses sobre as boas práticas de segurança nas clínicas dentárias para evitar a propagação da pandemia.

Márcia Almeida, médica dentista e voluntária da Mundo a Sorrir, afirma que a formação aos profissionais de saúde locais foi “crucial” para garantir o retorno à atividade clínica de forma segura e confiante. “Na ausência de diretrizes oficiais, a divulgação de informações atualizadas e adaptação dos protocolos recomendados pela OMS e pela DGS Portugal às condições locais foi essencial para que os guineenses voltem a ter acesso a cuidados de saúde oral de forma segura para todos.”

Para garantir que as medidas de segurança sejam cumpridas desde o momento que o paciente entra e sai da clínica e/ou consultório, a Mundo A Sorrir disponibilizou-se para acompanhar individualmente os profissionais de saúde.

Paralelamente, a ONG promoveu ações de sensibilização acerca das medidas de prevenção covid-19, destinadas aos promotores de saúde comunitária, e distribuiu ainda máscaras comunitárias pela população local.

Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde oral?